Última hora

Última hora

Austríacos descontentes com grandes partidos

Em leitura:

Austríacos descontentes com grandes partidos

Tamanho do texto Aa Aa

O resultado das eleições austríacas sublinha antes de mais o descontentamento do eleitorado com os dois grandes partidos do país. Os conturbados 18 meses de coligação entre conservadores e sociais-democratas adiaram reformas económicas e sociais urgentes.

“Os grandes partidos foram demasiado arrogantes e não conseguiram corresponder às expectativas da população. Assistimos, antes de mais, a uma batalha pessoal entre os líderes dos dois partidos”, afirma uma transeunte em Viena.

A imprensa austríaca evocava esta manhã a vitória do “terceiro campo”, criticando a forma como, “os dois partidos abdicaram do poder ao convocar eleições antecipadas”.

“Estou bastante desapontado com esta vitória da extrema-direita e penso que não é uma boa notícia para o país”, afirma outro austríaco.

O voto de protesto do eleitorado arrisca-se agora a aprofundar a crise política no país, num momento em que não só a extrema-direita, mas também os partidos tradicionais são acusados de populismo ao defenderem medidas urgentes, sem uma maioria no parlamento.