Última hora

Em leitura:

Republicanos desconfiam do plano económico da administração Bush


economia

Republicanos desconfiam do plano económico da administração Bush

Pânico nos mercados mundiais depois da Câmara dos Representantes ter rejeitado o plano da administração Bush para ajudar o sector financeiro nacional através da compra dos activos mais frágeis detidos pelas instituições norte-americanas.

O plano, com a designção oficial de Lei para a Estabilidade Económica de Emergência, foi chumbado com 228 votos contra e 205 a favor, quando necessitava de 218 votos para ser aprovada. “Estou muito desiludido com a votação do congresso, trata-se de uma decisão muito grave perante a dimensão do problema. Vou reunir com todos os meus conselheiros financeiros depois do meu encontro com o presidente ucraniano e trabalhar depois com o congresso e os restantes lideres”, declarou o presidente.

Segundo o projecto de lei, a administração americana poderia recorrer a 700 mil milhões de dólares (cerca de 479,21 mil milhões de euros) para comprar os activos de maior risco detidos pelas instituições financeiras dos Estados Unidos.

Cerca de 60 por cento dos democratas votaram a favor do plano, mas é no seu próprio campo que Bush encontra mais obstáculos.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

economia

França falha defict de 2% para 2009