Última hora

Última hora

Líder da CSU vai demitir-se após derrota eleitoral

Em leitura:

Líder da CSU vai demitir-se após derrota eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

É o fim de uma era política para os conservadores da Baviera. O líder da CSU, Erwin Huber, confirmou hoje que vai demitir-se do cargo, após a derrota nas eleições regionais de domingo ter posto fim a décadas de monopólio político da formação na região mais rica da Alemanha.

Huber pretende apresentar demissão durante o próximo congresso do partido, no final de Outubro.

Pela primeira vez, os sociais cristãos bávaros vão ter de negociar com a oposição para poder formar governo. Mesmo com 43% dos votos, o resultado do sufrágio está longe da maioria absoluta de 60% obtida pela CSU há cinco anos.

O descontentamento com o partido e com a política económica do governo, promete agora provocar uma onda de choque nacional que poderá afectar a recandidatura da Chanceler Angela Merkel em 2009.

Uma vaga que afecta igualmente os sociais democratas (SPD). Na Baviera os principais beneficiários da derrota da CSU são os liberais do FDP e os dissidentes do Freie Wähler (Eleitores livres).

Segundo algumas fontes, o antigo ministro da agricultura, Horst Seehofer, poderá ocupar a liderança da CSU bávara, seriamente abalada pela saída forçada de Edmond Stoieber há alguns meses.