Última hora

Última hora

Observadores Europeus iniciam missão na Geórgia

Em leitura:

Observadores Europeus iniciam missão na Geórgia

Observadores Europeus iniciam missão na Geórgia
Tamanho do texto Aa Aa

Trezentos observadores da União Europeia estão desde hoje na Geórgia para acompanhar a retirada russa das chamadas “zonas tampão”.

A missão, prevista no acordo de paz assinado por Moscovo, em Agosto, deverá assumir a vigilância dos cerca de 25 postos de controlo montados pelo exército russo, incluíndo o de Poti, à entrada do principal porto comercial georgiano, nas margens do mar negro.

O acordo não inclui, no entanto, a entrada dos observadores nas repúblicas separatistas da Ossétia do Sul e Abcásia, depois da Rússia ter reconhecido a independência das regiões e num momento em que prepara a mobilização de 7 mil soldados para o território.

Segundo as agências noticiosas, no local, os militares russos não colocaram qualquer entrave à chegada dos observadores.

O exército tem agora dez dias para retirar-se da zona.

Um mês depois do conflito russo-georgiano, Bruxelas tem esperanças de poder alargar a missão às regiões separatistas.

O responsável diplomático da União Europeia, Javier Solana, de visita a Tbilissi e a Gori, no norte do país, voltou a assegurar o presidente Mikail Saakashvilli que os 27, “defendem a integridade territorial georgiana”.

Bruxelas continua, no entanto, em discussões com as autoridades russas para poder ter acesso à fronteira com as regiões separatistas.