Última hora

Última hora

Nova versão do Plano Paulson submetida ao Senado americano

Em leitura:

Nova versão do Plano Paulson submetida ao Senado americano

Tamanho do texto Aa Aa

O plano de salvamento do sistema financeiro norte-americano, que foi rejeitado, na segunda-feira, pela Câmara dos Representantes será votado quarta-feira no Senado.
Entre os senadores que vão a Washington votar estão os candidatos à presidência John McCain e Barack Obama, que estão de acordo quanto à necessidade de aprovar o quanto antes o plano de 700 mil milhões de dólares.
“A inacção não é uma opção. Empresas de todo o país não podem contrair empréstimos para financiar as suas operações e pagar as suas contas. Se não fizemos nada, muitas vão falir”, disse o candidato republicano. McCain aceitou uma das novidades desta espécie de Plano B, proposta por Obama: o aumento do valor dos depósitos bancários assegurados pelo Estado, que passa de cem mil para 250 mil dólares.
“Não podemos continuar a pagar por não agirmos. Por isso, as duas partes, próximas de aceitarem este plano, nas próximas horas e nos próximos dias devem procurar novas ideias que possam ajudar a alcançá-lo”, afirmou Obama.
A nova versão continua a prever um pacote de redução de impostos que tinha sido rejeitado pelos representantes na segunda-feira. Medidas que podem hipotecar a adopção do plano pela Câmara Baixa, mesmo que ele seja validado pelo Senado.