Última hora

Última hora

Sarkozy e Balkenende discutem crise financeira

Em leitura:

Sarkozy e Balkenende discutem crise financeira

Tamanho do texto Aa Aa

A crise financeira esteve no centro do encontro entre Nicolas Sarkozy e o Jan-Peter Balkenende, esta quinta-feira, em Paris.

O chefe de Estado francês recebeu o primeiro-ministro holandês no Eliseu, dois dias antes da reunião, em Paris, dos países europeus do G8 (França, Itália, Alemanha e Reino Unido), e que contará também com a presença dos presidentes da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, e do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet.

Tal como Sarkozy, Jan-Peter Balkenende desmentiu que tenha existido uma proposta de criação de um fundo europeu. O chefe de governo holandês referiu que “o mais importante é tentar encontrar uma coordenação e uma estratégia comuns com base nas responsabilidades nacionais. A situação não é idêntica em todos os pequenos países. Uns têm mais problemas do que outros, mas o mais importante é trabalharmos juntos”, concluiu.

Oficialmente em recessão, a Irlanda adoptou esta quinta-feira um projecto de lei polémico que prevê a criação de uma garantia ilimitada do Estado para proteger os principais bancos irlandeses da crise financeira.

A medida foi muito criticada pela Associação dos banqueiros britânicos que temem uma “distorção da concorrência”.

Daniel Gros, do Centro Europeu de Estudos Políticos, considera que “em todas as capitais as pessoas pensam que o seu sistema bancário está a salvo e não querem pagar pelos outros. A maioria dos ministros das Finanças pensa que não vão conseguir chegar a um acordo europeu. Eles não percebem que todos podem vir a ter os mesmos problemas porque se um grande banco vai à falência num país, os problemas podem espalhar-se rapidamente.”

Entretanto, a Comissão Europeia aprovou um plano de resgate do segundo maior banco de crédito para propriedades comerciais da Alemanha. O Hypo Real Estate depara-se com grandes problemas de liquidez, sobretudo desde a falência do Lehman Brothers.