Última hora

Última hora

Dez milhões de americanos sem trabalho

Em leitura:

Dez milhões de americanos sem trabalho

Tamanho do texto Aa Aa

A economia norte-americana perdeu 159 mil empregos, no mês de Setembro, de acordo com as estatísticas federais.

A crise de Wall Street com a redução drástica do investimento, estão a deixar os americanos sem trabalho.

Em Agosto, o Departamento do Trabalho ainda fez uma revisão em baixa das previsões. Mas Setembro foi fatal.

Desde Junho que o desemprego tem aumentado. Em quatro meses, cresceu seis décimas. Está agora nos 6.1 por cento o que, em valores absolutos, significa 9 milhões, 470 mil americanos, sem emprego.

São dias negros, para a população do país mais rico do mundo.

Para este súbito agravamento, contribuiu a falência ou pré falência de alguns dos grandes gigantes do sector financeiro.

Um processo iniciado pelo Lehman Brothers que acabou por contaminar todo o sistema.

Nos dois últimos meses, perderam-se mais de 100 mil postos de trabalho, na indústria.

Descobrir um emprego é a grande prioridade para quase 10 milhões de americanos. Mas a oferta é curta, para tanta procura.