Última hora

Última hora

Manifestação anti-racista em Itália

Em leitura:

Manifestação anti-racista em Itália

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas manifestaram-se contra o racismo, este sábado, em Itália.

Em Roma, a comunidade africana lembrou os seis imigrantes, que terão sido assassinados por um comando da máfia napolitana, a 18 de Setembro, em Castel Volturno.

Os imigrantes chineses também se manifestaram, dois dias depois de um compatriota ter sido agredido na capital italiana.

“Eu acredito que Roma não é racista, mas acredito que é necessário participar nesta manifestação, de forma a evitar que continuem os incidentes a que temos assistido”. “Espero que as coisas mudem e que a Itália se torne mais tolerante, como os outros países.”

Em Caserta, perto de Castel Volturno, mais de cinco mil pessoas saíram às ruas, para protestar contra a onda de agressões a imigrantes.

Para tentar acabar com a violência, o Governo
mandou, este sábado, 500 militares para Caserta. Um contingente que vai ficar pelo menos até ao final do ano.

400 polícias já tinham sido destacados, em Setembro, para a região, após o assassinato de seis africanos em Castel Volturno.