Última hora

Última hora

Boas intenções, sem medidas

Em leitura:

Boas intenções, sem medidas

Tamanho do texto Aa Aa

Reforço da regulamentação para garantir a estabilidade e seguraqnça do sistema bancário europeu – foi esta a grande conclusão da cimeira do G4 que juntou, na tarde deste sábado, em Paris, Sarkozy, Gordon Brown, Angela Merkel e Silvio Berlosconi. E ainda os presidentes da Comissâo Europeia, do Banco Central Europeu e do Eurogrupo.

Sarkozy reconheceu que esta cimeira, foi pouco mais que um pálida prova de vida:

“Perante uma crise mundial, a Europa existe e apresenta uma resposta. É muito importante que tenhamos respostas. urgentes e foi o que fizemos. Empenhamo-nos, todos juntos, em pedir uma cimeira para que, amanhã, as mesmas causas não produzam os mesmos efeitos. É de uma verdadeira refundação que se trata”.

Merkel, aparentemente, resistiu à criação qualquer fundo europeu, para socorrer bancos em dificuldade.

Era essa a grande questão e a chanceler alemã conseguiu que todos se comprometessem com a elaboração de novas regras, que apertem a vigilância dos mercados financeiros.

O Ecofim, que se reune esta terça-feira, deverá já apresentar propostas nesses sentido que depois serão analisadas pelo Conselho Europeu.

Sem grandes medidas, terminou em família uma reunião que irritou os outros estados membros que foram excluídos do convite.