Última hora

Última hora

Polémica marca arranque da "cimeira do G4"

Em leitura:

Polémica marca arranque da "cimeira do G4"

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes das quatro maiores economias da Europa encontram-se hoje em Paris para definir uma estratégia comum face à crise financeira internacional.

Nicolas Sarkozy é o anfitrião da cimeira do G4 que junta a França, a Alemanha, a Itália e o Reino Unido e em que estará também presente, o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso.

Mas a reunião suscitou polémica muito antes de começar. O presidente do Parlamento Europeu sublinhou que as decisões têm de ser tomadas a 27, fazendo eco das críticas de outros Estados-membros.

Mas a controvérsia não se fica por aqui. A ideia avançada pela ministra francesa da economia de criar um fundo para ajudar os bancos europeus foi prontamente rejeitada pela chanceler alemã, Angela Merkel.

Uma ideia que também não seduziu o presidente do Banco Central Europeu, Jean Claude Trichet nem o primeiro-ministro britânico.

A chamada “cimeira do G4” deverá ainda servir para tecer críticas, pelos menos implícitas, à decisão da Irlanda de oferecer uma garantia de dois anos sobre os depósitos nos seis maiores bancos do país.