Última hora

Última hora

Mercados europeus à espera da intervenção política na crise

Em leitura:

Mercados europeus à espera da intervenção política na crise

Tamanho do texto Aa Aa

A resposta política à crise financeira não tranquiliza os principais mercados europeus, que abriram esta manhã, em negativo.

À semelhança das suas congéneres, a bolsa alemã registou uma descida de 3,29%, com a acção do banco imobiliário Hypo a desvalorizar-se em 50%, antes de recuperar ligeiramente, apesar da intenção do governo de voltar a intervir junto da instituição.

Paris abriu em queda acentuada de 4,67%. Londres, regista uma descida de
5%, mesmo depois das intenções de Gordon Brown de criar um fundo europeu de ajuda ao sector bancário.

Os dois índices russos abriram em queda, de 3,47% et 7,64%,após o preço do barril do petróleo ter descido abaixo da barreira dos 90 dólares. Moscovo encerrou ao início da manhã a bolsa Micex, depois de ter registado uma queda de 15%.

Em Tóquio o índice NIkkei caíu 4,25% precipitado pela depreciação do Iene face ao dólar, Sidney registou uma perda de 3,3%.