Última hora

Última hora

O nobel da Medicina para três investigadores europeus

Em leitura:

O nobel da Medicina para três investigadores europeus

Tamanho do texto Aa Aa

Vão dividir o prémio Nobel de Medicina o especialista que descobriu a relação entre o Papilomavírus Humano (HPV) e o câncro cervical, Harald zur Hausen, da Alemanha, e os franceses Françoise Barré-Sinoussi e Luc Montagnier que foram agraciados com o prémio em reconhecimento do seu trabalho por haverem identificado o vírus responsável pela Sida. Em Heidelber, no sul da Alemanha onde habita, o laureado doutor Zur Haussen, de 72 anos, confessou estar “contente mas surprendido”.

O cientista Zur Hausen, da University of Duesseldorf, foi elogiado pelo comitê do Nobel por “contrariar o dogma atual” para descobrir que a infecção pelo vírus HPV causa o cânco cervical. O trabalho de Zur Hausen ajudou outros especialistas a desenvolver vacinas contra o HPV, oferecidas hoje a milhões de adolescentes em vários países do mundo.