Última hora

Última hora

Congresso EUA acusa patrão do LB de arrecadar 500 milhões de dólares em plena falência do banco

Em leitura:

Congresso EUA acusa patrão do LB de arrecadar 500 milhões de dólares em plena falência do banco

Tamanho do texto Aa Aa

O patrão do Lehman Brothers foi acusado pelo Congresso norte-americano de ter arrecadado milhões de dólares e de ter distribuído prémios aos colaboradores, numa altura em que o banco estava à beira da falência.

Richard Ful foi confrontado com as acusações na Comissão de fiscalização da Câmara dos Representantes.

Ful nega que tenha acumulado 500 milhões de dólares em salários e prémios e garante que arrecadou apenas metade do valor durante o mandato. E nega também que tenha contribuído para a falência do Lehman Brothers.

Um deputado democrata pergunta: “com a economia em crise e a empresa que gere na falência, ficar com 500 milhões de dólares não será injusto?”

A audição ao patrão do Lehman Brothers foi a primeira de uma série de audições a dirigentes bancários, em que o Congresso se comprometeu a apurar responsabilidades na crise financeira.