Última hora

Última hora

Negociações entre Rússia e UE continuam em 'stand by'

Em leitura:

Negociações entre Rússia e UE continuam em 'stand by'

Tamanho do texto Aa Aa

É demasiado cedo para reabrir as negociações com a Rússia. Reunidos no Luxemburgo, os ministros europeus dos Negócios Estrangeiros não quiseram tomar decisões precipitadas.

As negociações entre Bruxelas e Moscovo devem abrir a via a uma nova parceria estratégica entre os dois blocos, que abrangerá áreas tão distintas quanto a energia ou os direitos do Homem. Mas estão congeladas, desde o conflito entre a Rússia e a Geórgia.

Os europeus preferem esperar para ver como decorrem as discussões entre a Rússia e a Geórgia, que esta quarta-feira começam, em Genebra. Na agenda está o futuro da região, sobretudo o da Ossétia do Sul e da Abecásia.

No terreno, as tropas russas estão a retirar-se, cumprindo os compromissos assumidos. O chefe da Diplomacia da França, país que assume a presidência rotativa da União, deslocou-se recentemente à região, para ver por si próprio.

Mas Bernard Kouchner admite que a questão está longe de estar resolvida. Sobretudo porque os próprios Estados membros estão divididos sobre a posição a adoptar face a Moscovo: a Rússia reconheceu a independência da Ossétia do Sul e da Abecásia, o que não agrada aos europeus, mas é também o seu principal fornecedor de energia.