Última hora

Última hora

UE suspende sanções contra Lukachenko

Em leitura:

UE suspende sanções contra Lukachenko

Tamanho do texto Aa Aa

É um novo começo para Alexander Lukachenko. Aquele que é apelidado de “último ditador da Europa” pode voltar a entrar no território da União. Lukachenko viu suspensas as sanções aplicadas pelos Estados membros, a si e 35 outros dirigentes do seu regime. Um gesto de boa vontade da União Europeia.

Mas, tendo em conta que a OSCE considerou “pouco democráticas” as legislativas de Setembro último, a suspensão das sanções é parcial e temporária: seis meses para encorajar o diálogo com a Bielorrússia. Um diálogo que começou esta segunda-feira: o ministro bielorrusso dos Negócios Estrangeiros foi recebido em Bruxelas – pela primeira vez desde 2006.

O gesto da União Europeia vem na sequência da libertação de prisioneiros políticos, em Agosto, pelo regime de Lukachenko. Mas a abertura a Minsk está condicionada à adopção de medidas positivas para reformar a democracia e os direitos do Homem nesta antiga república soviética, ainda próxima de Moscovo.