Última hora

Última hora

Polícia italiana investiga plano para matar autor do livro "Gomorra"

Em leitura:

Polícia italiana investiga plano para matar autor do livro "Gomorra"

Tamanho do texto Aa Aa

A Camorra quer matar Roberto Saviano antes do Natal. A declaração de um ex-membro da máfia napolitana concretiza pela primeira vez as ameaças de morte ao escritor italiano.

Saviano é autor de “Gomorra”, o livro que desvenda o funcionamento da Camorra. As ameaças de morte obrigam-no a viver há dois anos sob protecção policial.

Segundo um ex-mafioso, a ordem de matar partiu do clã Casalesi, um dos mais perigosos de Nápoles, cujo líder Francesco Schiavone, conhecido como “Sandokan”, está detido há dez anos. O informador é também um Schiavone, mas polícia está a apurar a veracidade das informações.

O arrependido explica que o clã quer punir o escritor pela popularidade do livro. Saviano, de 29 anos, vendeu mais de um milhão de exemplares e a sua obra está traduzida em 42 línguas.

O submundo do crime em Nápoles já foi adaptado à Sétima arte. O filme “Gomorra” ganhou um Prémio no festival de Cannes e foi escolhido para representar a Itália nos Óscares.