Última hora

Última hora

Empréstimo russa não é suficiente para resgatar economia islandesa

Em leitura:

Empréstimo russa não é suficiente para resgatar economia islandesa

Tamanho do texto Aa Aa

A Islândia multiplica esforços para resgatar uma economia à beira do colapso total.

Uma delegação islandesa está a negociar com a Rússia um empréstimo de quatro mil milhões de euros. Mas os analistas consideram que um acordo com Moscovo não será suficiente e Reykjavik terá na mesma de contar com a ajuda do Fundo Monetário Internacional.

Segundo o primeiro-ministro dinamarquês, os países nórdicos também estão a equacionar um plano de apoio à Islândia.

Após três dias fechada devido à crise financeira, a bolsa islandesa registava esta terça-feira uma queda recordista de 80 por cento.

O presidente da bolsa de Reykjavik considera a descida como artifical, justificando-a com a saída dos bancos da lista de valores cotados.

A crise levou a Islândia a nacionalizar os três principais bancos do país, enquanto a desvalorização da moeda provocou uma subida brutal nos preços que lançou os consumidores numa verdadeira corrida aos bens essenciais.

Face ao colapso da moeda e à incapacidade de reacção do governo e do banco central, alguns líderes políticos islandeses começam já a abandonar o eurocepticismo em prol de uma aproximação a Bruxelas.