Última hora

Última hora

Kadima e Trabalhistas chegam a acordo para formar governo, falta a resposta dos ultra-ortodoxos

Em leitura:

Kadima e Trabalhistas chegam a acordo para formar governo, falta a resposta dos ultra-ortodoxos

Tamanho do texto Aa Aa

Luz verde para uma coligação governamental em Israel.

O Kadima, no poder, chegou a acordo com os trabalhistas, um entendimento quase tirado a ferros já que as reuniões entre os dirigentes dos dois partidos foram muitas e longas.

O parlamento tem 120 assentos parlamentares, o Kadima ocupa 29, os trabalhistas 19. No total, os dois partidos somam 48 deputados, mas faltam ainda 13 parlamentares.

Ao que tudo indica, haverá um acordo com o ultra-ortodoxo SHAS para se juntar à aliança governamental.

No entanto, o Estado hebraico celebra a Festa dos Tabernáculos, que relembra os 40 anos que os judeus estiveram a viver em cabanas no deserto.

Dado o radicalismo do Shas, não se espera que coligação fique definida antes do final da festa. Nenhum político de qualquer outro quadrante quis reajir ao entendimento entre o Kadima e o partido trabalhista.

No caso do Likud, o líder Benjamim Netanyahu já havia prometido recusar qualquer convite para integrar o governo.