Última hora

Última hora

TIJ pede fim da discriminação racial nas regiões adjacentes à Abkházia e à Ossétia do sul

Em leitura:

TIJ pede fim da discriminação racial nas regiões adjacentes à Abkházia e à Ossétia do sul

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) ordenou, esta quarta-feira, à Geórgia e à Rússia que acabem com todo o tipo de acções de discriminação racial na Ossétia do Sul, na Abkházia e nas regiões georgianas adjacentes.

Esta é a sentença da instituição sediada na cidade holandesa de Haia no processo relativo a um pedido de medidas de urgência contra a Rússia por parte de Tbilissi, no dia 14 de Agosto. O governo georgiano acusava as forças militares russas de limpeza étnica na região.

O veredicto é conhecido num dia em que começaram e rapidamente terminaram as negociações entre Tbilissi e Moscovo sob a égide da União Europeia, da ONU e da OSCE.

À chegada a Genebra, a delegação russa composta por três diplomatas, afirmou não participar em negociações sem a presença dos representantes pró-russos da Abkházia e da Ossétia do sul.

O presidente georgiano Mikhail Saakashvili já reagiu acusando Moscovo de sabotar as negociações.

A Rússia concluiu a retirada das suas forças militares nas zonas adjacentes à Abkházia e à Ossétia do Sul na semana passada, ao abrigo do acordo de cessar-fogo assinado pelos presidentes russo e francês.