Última hora

Última hora

Impostos e Economia interna dividiram McCain e Obama durante uma hora e meia de debate

Em leitura:

Impostos e Economia interna dividiram McCain e Obama durante uma hora e meia de debate

 Impostos e Economia interna dividiram McCain e Obama durante uma hora e meia de debate
Tamanho do texto Aa Aa

A economia norte-americana esteve no centro do terceiro e último debate televisivo entre os dois candidatos à Casa Branca.

Um frente-a-frente decisivo para o republicano John McCain que perde cada vez mais terreno para o adversário democrata.

Obama admite que ambos querem baixar os impostos. A diferença está em saber onde se vai cortar. O centro da proposta de McCain para salvar a economia é conseguir 200 mil milhões de dólares em cortes adicionais para as empresas mais saudáveis da América. Obama garante que vai baixar os impostos para 95 por cento dos americanos.

McCain procurou durante todo o debate distanciar-se das políticas do presidente George W.Bush e descredibilizar as propostas do adversário.

O candidato republicano considera que Obama quer o dinheiro dos norte-americanos para depois o usar como bem entender.

O senador do Arizona acusa Obama de gastar dinheiro sem precedentes na história dos Estados Unidos numa campanha que serve apenas para atacar o rival nas eleições. McCain diz que a sua própria campanha é muito mais do que isso, falou directamente com as pessoas para saber o que precisam, como com o canalizador Joe, a quem garantiu que ía ter cuidados de saúde.

Obama propôs ainda referendos frequentes para questões polémicas no país como o Aborto.

No final de uma hora e meia de debate, apareceram em cena as duas candidatas a primeira-dama dos Estados Unidos.

Faltam 19 dias para as presidenciais norte-americanas.