Última hora

Última hora

Iô-iô nas bolsas

Em leitura:

Iô-iô nas bolsas

Iô-iô nas bolsas
Tamanho do texto Aa Aa

As bolsas da Europa viveram este último dia da semana com fortes altas, corrigindo de dois dias consecutivos de derrapagens. Os índices de Londres, Paris e Milão ganharam mais de 4% há alguma euforia, mas os analistas preferem deitar água na fervura: “A mensagem das anteriores crises de crédito é que as quedas dos mercados tendem a ser prolongadas e é difícil saír delas. As economias mundiais têm tempos difíceis pela frente, pelo menos nos próximos doze meses”, diz Russell Jones.

Esta semana, as bolsas da Europa viveram uma verdadeira montanha-russa, com uma subida em flecha na segunda-feira, um ganho mais modesto na terça, fortes quedas na quarta-feira e ontem e, agora, uma subida de mais de 6% no índice Eurostoxx 50.

Este iô-iô motiva muita especulação. Se a queda nas bolsas leva muitos à ruína, há quem se aproveite da crise para fazer negócios. Este ano, o salão do investimento, que abriu em Paris, promete ser concorrido. “Para nós, é um negócio que faz “boom”, no sentido em que muita gente, ao ver a volatilidade das bolsas, quer entrar no mercado para tirar proveito dessa volatilidade”, diz um dos corretores presentes no certame.

Mas há quem prefira jogar pelo seguro. “Já investi muito e agora estou à procura de investimentos mais seguros”, diz uma visitante do salão.

Embora muitos prefiram arriscar, ninguém esquece que os tempos são de crise – uma crise que ninguém sabe quando vai acabar.