Última hora

Última hora

Obama e McCainn trocam críticas por piadas em jantar de caridade

Em leitura:

Obama e McCainn trocam críticas por piadas em jantar de caridade

Tamanho do texto Aa Aa

Foi num ambiente mais descontraído, em Nova Iorque, que os dois candidatos à presidência norte-americana prosseguiram ontem o debate de campanha da noite anterior.

Barack Obama e John McCainn cumpriram a tradição de discursar no jantar de gala da fundação de caridade Alfred E. Smith, no luxuoso hotel Waldorf-Astoria.

O humor substituiu as críticas virulentas da parte do republicano John McCainn: “Não consigo deixar de sentir que algumas pessoas nesta audiência estão a torcer por mim… A propósito, estou encantando de vê-la por aqui esta noite Hillary”.

Uma piada que não esconde o sorriso amarelo do campo republicano face às sondagens que actualmente dão uma vantagem de 5 pontos a Obama, considerado o grande vencedor do último debate televisivo, na quarta-feira.

Obama voltou a atacar-se ao calcanhar de Aquiles do rival ao afirmar: “Recentemente um dos principais conselheiros do John disse à imprensa que McCainn seria derrotado se continuassemos a falar de economia. É por isso que hoje vou falar de economia”.

A 18 dias das presidenciais, os dois candidatos apostam agora na conquista de estados-chave para o sufrágio como o New Hampshire, para Obama, e a Pensilvânia para John McCainn.

Em plena crise financeira, a economia continua a ser o principal cavalo de batalha dos democratas, enquanto republicanos tentam desesperadamente demarcar-se do legado do actual presidente George Bush.