Última hora

Última hora

Itália adensa o clima de protesto da cimeira de ministros do ambiente da UE

Em leitura:

Itália adensa o clima de protesto da cimeira de ministros do ambiente da UE

Tamanho do texto Aa Aa

A Itália promete bloquear amanhã no Luxemburgo as negociações dos ministros do ambiente sobre o chamado pacote energético e climático da União Europeia.

O primeiro-ministro Silvio Berlusconi voltou hoje a criticar os custos do plano para a indústria nacional da supressão das emissões de dióxido de carbono até 2020.

Roma fala de uma factura mais de 10 vezes superior àquela evocada pelo comissário europeu do ambiente de 9,5 mil milhões de euros.

Berlusconi afirmou, que, “a Itália não está sozinha”, evocando os outros 9 países da Europa central, entre os quais a Polónia, que criticam o impacto das medidas sobre o desenvolvimento industrial.

O projecto prevê a redução até 2020 de 20% das emissões de gases com efeito de estufa e um investimento proporcional nas energias renováveis.

Mas os países mais dependentes do carvão, como a Polónia, temem o impacto da medida na indústria nacional, face a um futuro mercado de quotas de carbono, entre os países menos poluidores e os mais poluidores.

Na semana passada, os 27 tinham afirmado que chegariam a um acordo para a cimeira do ambiente na Polónia em Dezembro, que deverá lançar as bases para renovar as metas do protocolo de Quioto.