Última hora

Última hora

Irmã Emmanuelle: Fim de uma vida dedicada aos pobres

Em leitura:

Irmã Emmanuelle: Fim de uma vida dedicada aos pobres

Tamanho do texto Aa Aa

Uma vida dedicada ao serviço dos mais pobres entre os pobres que terminou esta madrugada. Irmã Emmanuelle, uma das figuras mais populares entre os franceses, faleceu a três semanas de completar cem anos, no lar de Caillan, no sul de França.

Irmã Emmanuelle nasceu na Bélgica com o nome de Madeleine Cinquin e entrou para o convento aos 20 anos, contra a vontade da mãe. Seguiram-se anos de ensino na Turquia, Tunísia e Egipto, antes de se dedicar a acções a favor dos mais desfavorecidos nos bairros de lata do Cairo e mais tarde em França.

Tornou-se também conhecida pelo seu entusiasmo e pela frontalidade. Defendia o casamento dos padres e a contracepção, falava sem dificuldade das suas crises de fé e chegou a pedir ao Vaticano que vendesse todos as riquezas para ajudar os pobres. Para ela, só a ideia de uma outra vida permitia aceitar um mundo tão absurdo.