Última hora

Última hora

Direcção da Caisse d'Epargne demite-se

Em leitura:

Direcção da Caisse d'Epargne demite-se

Tamanho do texto Aa Aa

Uma reunião extraordinária da direcção da Caisse d’Epargne terminou este domingo com a demissão do presidente do Banco francês.

A instituição foi uma das vítimas da recente crise financeira tendo sofrido uma perda de 600 milhões de euros de investimentos.

Para além de Charles Milhaud também saem o director-geral Nicolas Merindol e o director financeiro Julien Carmona.

Na altura em que tornava pública a demissão, Milhaud, que dirigia o banco desde 1999, referiu que não vai receber qualquer indemnização.

A Caisse d’ Epargne é um dos maiores bancos franceses e está actualamente a negociar uma fusão com o grupo Banque Populaire.