Última hora

Última hora

Argentina vai nacionalizar fundos de pensões

Em leitura:

Argentina vai nacionalizar fundos de pensões

Tamanho do texto Aa Aa

Para uns é uma esperança de dias melhores, para outros nem tanto.

A Argentina deverá nacionalizar os fundos de pensões. Isso mesmo foi anunciado pela presidente Cristina Kirshner às quase 10 milhões de pessoas que serão afectadas pela medida.

No total são 30 mil milhões de dólares que entram nos cofres do Estado, mais de 23 mil milhões de euros.

A chefe de Estado considera que o mundo se encontra no final de uma época e acredita que a aplicação da medida é uma decisão estratégica para fazer face à crise internacional.

A bolsa de Buenos Aires recebeu mal a notícia da nacionalização dos fundos de pensões e caíu quase 11%. Apesar do projecto ainda ter de ser submetido à votação do parlamento não deverá haver entraves pois a presidente tem a maioria na assembleia.

Um analista explica que foi a forma de Kirshner arranjar dinheiro. O Estado está desesperado, não há liquidez suficiente para cobrir as necessidades financeiras nos dois próximos anos.

O presidente da União de Sociedades de Gestão de Fundos de Reforma diz que a medida não faz qualquer sentido pois há mais de 20 mil milhões de euros em caixa.