Última hora

Última hora

Executivo checo escapa a moção de censura

Em leitura:

Executivo checo escapa a moção de censura

Tamanho do texto Aa Aa

O governo minoritário da República Checa escapou à justa de uma moção de censura, apresentada a pouco mais de dois meses do país assumir a presidência rotativa da União Europeia. A oposição social-democrata apenas recolheu 96 dos 101 votos necessários no Parlamento para derrubar o executivo de Mirek Topolanek. Antes da votação, o líder social-democrata Jiri Paroubek acusou o Governo de “incompetência para resolver a crise económica e salvar os cidadãos dos efeitos”.

Ao mesmo tempo, membros de um movimento cívico conduziam um protesto nas ruas de Praga contra a instalação do sistema anti-míssil norte-americano em território checo. Um dos organizadores afirmava que se a coligação governamental falhar, “também falharão os planos para a base militar”. O executivo de Topolanek está bastante fragilizado por conflitos internos e luta pela sobrevivência depois da perda de vários parceiros da coligação.