Última hora

Última hora

PE contra 'scanners' corporais nos aeroportos que mostram passageiros nus

Em leitura:

PE contra 'scanners' corporais nos aeroportos que mostram passageiros nus

Tamanho do texto Aa Aa

A introdução de ‘scanners’ corporais nos aeroportos escandalisa os eurodeputados. A medida, prevista pela Comissão Europeia, visa reduzir as filas de espera e evitar os controlos corporais. Mas o aparelho, já usado em países como a Grã-Bretanha, a Holanda ou a Suíça, mostra as pessoas completamente nuas.

Daí que os eurodeputados estejam reticentes face ao projecto de Bruxelas, que consideram atentatório da dignidade humana, denunciam. “Precisamos de medidas de segurança. São essenciais. Mas o ‘scanner’ corporal é absolutamente inaceitável!”, argumenta
Martin Schulz, líder da bancada socialista, que acrescenta: “É uma máquina que permite ver as pessoas completamente nuas. É um atentado à dignidade humana. E o uso desta tecnologia não garante maior segurança.”

Na resolução agora aprovada, o Parlamento Europeu recusa a implementação deste aperelho nos aeroportos da União, e reclama estudos de impacto económico, ético e sobre a saúde humana.

Os eurodeputados argumentam ainda que, contrariamente a outros aprelhos, nada garante que os novos scanners corporais representem um verdadeiro ganho de tempo e de segurança nos aeroportos.

Bruxelas contra-argumenta que os ditos aparelhos não serão obrigatórios. Mas acrescenta que, nos países onde já funcionam, muitos passageiros preferem os ‘scanners’ aos controlos corporais.