Última hora

Última hora

Bagdade recupera Babilónia

Em leitura:

Bagdade recupera Babilónia

Tamanho do texto Aa Aa

Um desfile nas ruas de Babilónia marca o início da transferência de responsabilidade pela segurança na província das forças norte-americanas para
as iraquianas.

A cerimónia decorreu hoje em Hilla, capital da região, e localidade de maioria xiita situada a 120 quilómetros a sul de Bagdad, no chamado “triângulo da morte”, símbolo da insurreição antiamericana e da violência entre xiitas e sunitas em 2006.

Em 2006 e 2007, a região, com 1,3 milhões de habitantes era uma das mais violentas do país. Apesar de a situação ter melhorado, Babilônia é tudo menos um lugar pacífico.
Neste contexto, Bagdad e Washington discutem um acordo de segurança que permitirá às tropas americanas permanecer no país até 2012.

O plano despertou a cólera dos apoiantes de Muqtada al-Sadr que se manifestaram no último fim de semana. Um influente clérigo xiita iraquiano que vive no Irão publicou ontem uma fatwa – contra este acordo afirmando ser “um pecado que Deus não perdoará”.