Última hora

Última hora

Europa e Ásia procuram formar frente conjunta para lutar contra a crise

Em leitura:

Europa e Ásia procuram formar frente conjunta para lutar contra a crise

Europa e Ásia procuram formar frente conjunta para lutar contra a crise
Tamanho do texto Aa Aa

É em pleno movimento de pânico nas bolsas que países europeus e asiáticos tentam encontrar formas de trabalhar em conjunto para lutar contra a crise.

No primeiro dos dois dias da cimeira Europa-Ásia, os líderes dos 43 países participantes mostraram-se confiantes de poderem ultrapassar a pior crise financeira dos últimos 70 anos e estão de acordo para aplicar novas regras ao mercado.

Na abertura do encontro, presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, relembrou a importância de trabalhar em conjunto, pois representam 60% da população mundial e produzem metade do PIB do Mundo.

A reunião em Pequim serve para preparar a cimeira internacional de 15 de Novembro, em Washington, para debater as novas bases do sistema económico mundial. A Europa espera formar uma frente comum com Ásia.

Nicolas Sarkozy, presidente em exercício da União, disse esperar o apoio dos países asiáticos, para no futuro poderem dizer ao Mundo que as causas da desta crise, sem precedentes, não se irão repetir.

A economia acabou por ofuscar todos os outros temas da agenda. Numa primeira acção, 13 países asiáticos anunciaram uma primeira medida conjunta contra a crise, com a criação de um fundo de reserva multilateral de 80 mil milhões de dólares.