Última hora

Última hora

Obama interrompe campanha

Em leitura:

Obama interrompe campanha

Obama interrompe campanha
Tamanho do texto Aa Aa

A 12 dias das eleições, o candidato democrata à Casa Branca suspende a campanha eleitoral. Barack Obama, que continua a liderar as sondagens chegou ao Havai, para visitar a avó materna,de 85 anos que se encontra gravemente doente. Uma interrupção de 24 horas da batalha eleitoral que o levou a anular deslocações previstas no Iowa e no Wisconsin, dois estados ainda indecisos onde aparece com vantagem nas sondagens.

Enquanto Obama cumpre os seus deveres familiares é o seu número dois, Joe Biden, que mantém a máquina em funcionamento para convencer o eleitorado mais reticente.
“Até agora McCain tem tentado comparar Barack Obama a George Bush, francamente! Se continuar assim ainda vai chamar-me Dick Cheney”, declarou.

Com a mesma missão, o candidato republicano, John McCain, percorreu o estado da Florida numa digressão de autocarro a que chamou “Joe, o canalizador”, o símbolo da classe média americana mais afectada pela crise. “Ele acredita na redistribuição dos benefícios mas não numa politica de crescimento da nossa economia e na criação de empregos para todos os americanos. Ele está mais interessado em controlar quem tem come a tarte do que fazer crescer a tarte”.

McCain intensifica assim os ataques, sobretudo na Florida, onde procura garantir os 27 eleitores. A Florida, com a sua população heterogénea, é um dos estados onde a batalha pelo voto é tradicionalmente mais intensa e desta vez não é excepção.