Última hora

Última hora

Renault encerra fábricas em França temporariamente

Em leitura:

Renault encerra fábricas em França temporariamente

Renault encerra fábricas em França temporariamente
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de trabalhadores da Renault estão a bloquear algumas fábricas da construtora em França. Os protestos surgem depois da empresa ter anunciado a supressão de dois mil empregos e a redução de horas de trabalho mensal. A Renault também anunciou que vai encerrar a maior parte das suas fábricas em território francês durante uma a duas semanas para “ajustar a produção aos tempos de crise”.

“Estamos a bloquear a fábrica porque queremos trabalho. Porque há pessoas que trabalham só em tempo parcial e estão fartas de não ter trabalho duas semanas por mês e perder trezentos a quatrocentos euros mensais”, declarou o secretário-geral do sindicato CGT, Alain Richeux.

Em Espanha, também já se sentem os efeitos da crise no sector automóvel. Milhares de pessoas marcharam pelas ruas de Barcelona esta quinta-feira para protestar contra a Nissan. A construtora japonesa anunciou o despedimento de 1.680 trabalhadores para fazer face à quebra da procura no mercado automóvel.

Os manifestantes pediam a intervenção do Governo para que impedisse a terceira maior construtora do Japão de avançar com os planos de reduzir a produção.