Última hora

Última hora

Israel mais perto de eleições antecipadas

Em leitura:

Israel mais perto de eleições antecipadas

Tamanho do texto Aa Aa

Tzipi Livni desiste de tentar formar um Governo de coligação e vai convocar eleições antecipadas.

A ministra do negócios estrangeiros israelita, que substituiu Ehud Olmert na liderança do partido centrista Kadima não conseguiu chegara a um entendimento com os ultra-ortodoxos.

Os centristas tinham chegado a um acordo com o partido trabalhista mas o Shas recusou a coligação por divergências sobre as negociações israelo-palestinianas da partilha de Jerusalém e diferendos nas políticas sociais.

Segundo a imprensa israelita, Livni reúne hoje com o presidente Shimon Perez para lhe dar conta oficialmente da decisão e pedir a convocação de legislativas a dois anos do fim da legislatura.

Depois de receber Livni, Perez dispõe de alguns dias para informar o Parlamento da renúncia da chefe da diplomacia, mas também poderá confiar a formação de novo executivo a outro dirigente. Uma hipótese pouco provável pelo que a dissolução do Knesset se anuncia como certa.