Última hora

Última hora

Itália em pé de guerra na Educação

Em leitura:

Itália em pé de guerra na Educação

Tamanho do texto Aa Aa

Itália está em pé de guerra por causa da reforma educativa que vai votos entre quarta e quinta-feira no Senado.

As ruas das principais cidades encheram-se de alunos dos ensinos secundário e universitário para contestar os cortes orçamentais previstos na reestruturação.

Os estudantes acusam o executivo de querer reduzir despesas com pessoal docente em quase 50 por cento e recusam-se a pagar propinas.

Um aluno garante que os estudantes estão unidos, que não há tendências políticas no protesto, quem disser que há divisões é porque tenta dividir para reinar.

O certo é que em Roma e em Turim houve contra-manifestações. Vários alunos insurgiram-se contra os colegas pois, dizem, querem ir às aulas e não os deixam.

Uma aluna explica que estão ali por três razões: apoiar a ministra da Educação; encorajá-la a fazer uma reforma profunda nas Universidades e dizer que há alunos que estão contra o boicote e querem continuar a ter aulas.

Para quinta-feira está marcada uma greve geral. Todos os sindicatos apelaram à paralisação no país inteiro no dia em que o Senado, dominado pela coligação de Berlusconi, deverá aprovar a reforma educativa.