Última hora

Última hora

Obama e McCain à conquista da Pensilvânia

Em leitura:

Obama e McCain à conquista da Pensilvânia

Tamanho do texto Aa Aa

Na corrida à Casa Branca os candidatos intensificam esforços nos chamados Estados chave que podem, uma vez mais, vir a ser decisivos no desfecho da eleição.

A maioria das sondagens a nível nacional dão uma vantagem clara ao canditato democrata mas Obama tem que garantir os votos dos colégios eleitorais. “Nesta última semana não podemos abrandar ou descontraír. Faça chuva ou faça sol nós vamos saír e vamos votar porque o que está em jogo é demasiado”, afirmou o candidato democrata.

Barack Obama falava na Pensilvânia, um dos Estados ganhos por John Kerry a George W. Bush em 2004, e onde John McCain também esteve no memo dia, consciente de que tem hipóteses de inverter a tendência. “O senador Obama está a concorrer para ser o redistribuidor máximo. Eu estou a concorrer para ser o comandante máximo… O senador Obama candidata-se para espalhar a riqueza eu candidato-me para criar riqueza”, declarou.

As Sondagens continuam a dar a Obama uma vantagem média de seis pontos sobre John McCain.

Entretanto, a número dois de McCain, Sarah Palin, envolta numa série de controvérsias, começa a ser apontada por alguns sectores republicanos como a culpada de uma eventual derrota.