Última hora

Última hora

Jovem da Costa do Marfim condenado a 30 anos de prisão no caso Meredith Kercher

Em leitura:

Jovem da Costa do Marfim condenado a 30 anos de prisão no caso Meredith Kercher

Tamanho do texto Aa Aa

A Justiça italiana ditou uma primeira condenação pelo assassinato da estudante britânica Meredith Kercher em Perugia.

Rudy Guede, um jovem imigrante da Costa do Marfim, vai cumprir 30 anos de prisão por cumplicidade para cometer homícidio e violência séxual.

A estudante norte-americana Amanda Knox, que dividia um apartamento com Meredith, e o ex-namorado italiano Raffaele Sollecito começaram a ser julgados a 4 de Dezembro pelo assassinato da jovem britânica.

Meredith foi encontrada morta em Novembro de 2007, no apartamento que ocupava em Perugia. A estudante de 22 anos estava na cidade italiana ao abrigo do programa de intercâmbio universitário Erasmus.

A procuradoria-geral defende que Meredith foi esfaqueada no pescoço quando os três suspeitos tentavam envolvê-la numa orgia.

Os investigadores da polícia italiana terão encontrado a arma do crime com ADN da vítima e de Amanda no apartamento de Sollecito. Os acusados clamam todos inocência e ofereceram testemunhos contraditórios.