Última hora

Última hora

Doze atentados provocam banho de sangue no nordeste da Índia

Em leitura:

Doze atentados provocam banho de sangue no nordeste da Índia

Tamanho do texto Aa Aa

Aumenta o balanço da série de atentados no nordeste da Índia. O último balanço aponta para cerca de 60 mortos. Há também mais de 300 feridos, 70 dos quais em estado crítico.

No total, explodiram doze bombas no espaço de uma hora em várias cidades do Estado de Assam, entre elas a capital Guwahati, numa zona protegida que acolhe o tribunal, escritórios e habitações de responsáveis da polícia.

Os atentados não foram reivindicados, mas as autoridades atribuem a responsabilidade aos independentistas.

Um membro do Ministério indiano do Interior adianta que “o governo central tinha fornecido tropas ao executivo do estado de Assam e tinha pedido às autoridades locais para estarem atentas às acções de organizações como a Frente de Libertação do Asom que levam a cabo actos terroristas”.

Os rebeldes, em luta pela independência desde o final dos anos setenta, negam qualquer envolvimento. O estado de Assam tem também sido palco de confrontos entre indígenas e muçulmanos originários do vizinho Bangladesh.

Na sequência dos ataques, uma parte da população revoltou-se e atacou a polícia. Há dezenas de feridos. As autoridades foram obrigadas a impôr um recolher obrigatório.