Última hora

Última hora

Croácia mais perto da UE

Em leitura:

Croácia mais perto da UE

Tamanho do texto Aa Aa

A Croácia apresenta-se como a principal candidata à adesão na União Europeia.

Para a semana, a Comissão Europeia vai anunciar uma data provisória para que Zagreb possa concluir a ronda de negociações com os 27.

Macedónia e Turquia terão de esperar.

A Comissão não deu luz verde para a ronda de conversações para estes outros dois países candidatos. Apesar de não se encontrar no lote inicial, a Sérvia já anunciou que também quer aceder ao estatuto de candidata.

Segundo a comissão, as negociações de adesão da Macedónia vão ter de esperar. O país não cumpre os “requisitos políticos necessários” e é acusado de eleições fraudulentas.

No caso da Turquia, consolidação da democracia e direitos do Homem são as condições pedidas pela Europa, bem como uma maior aproximação aos 27.

A Sérvia poderá ascender ao estatuto de candidata em 2009, caso concorde em cooperar plenamente com o Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia.

A ajudar à adesão da Croácia está o facto de o país ter anunciado uma série de medidas para lutar contra o crime organizado e a máfia, cumprindo assim os requisitos europeus. O governo de Zagreb vai criar tribunais especiais para combater este tipo de criminalidade, muito frequente no país.

As medidas foram anunciadas no parlamento croata, poucas horas antes de a polícia ter detido 10 pessoas, alegadamente ligadas ao crime organizado. Os 10 homens são suspeitos de envolvimento num atentado que tirou a vida ao director de um jornal croata.