Última hora

Última hora

Metalúricos alemães em greve

Em leitura:

Metalúricos alemães em greve

Tamanho do texto Aa Aa

Para fazer face à crise económica, os trabalhadores da metalúrgia, na Alemanha, exigem pelo menos oito por cento de aumentos salariais.

Face a negociações dificeis, o sector iniciou na sexta-feira à noite uma onde de greves por todo o país.

Greves que surgem como um aviso no momento em que expirou o acordo salarial em vigor.

Um trabalhador explica: “está tudo mais caro, o custo de vida, a electricidade, o gás, a alimentação. É preciso economizar por todo o lado. É por isso que nós pedimos uma parte maior do bolo e é por isso que fazemos greve”.

A federação Gesamtmetall está disposta a oferecer aumentos de 2,9%, muito abaixo do solicitado pelo maior sindicato, o IG Metal.

As paralisações devem itensificar-se na próxima segunda-feira.