Última hora

Última hora

Gordon Brown pede ajuda às fortunas do petróleo

Em leitura:

Gordon Brown pede ajuda às fortunas do petróleo

Tamanho do texto Aa Aa

Gordon Brown está optimista quanto à disponibilidade dos países do Golfo para ajudarem a contrariar o agravamento da actual crise financeira mundial.

O primeiro-ministro britânico defendeu, na Arábia Saudita, que o FMI precisa de mais fundos para ajudar os países em desenvolvimento a enfrentarem a crise.

Gordon Brown apelou, assim, às monarquias do Golfo Pérsico para contribuírem para um fundo de resgate do Fundo Monetário Internacional.

“Se vamos proteger o mundo de algo que é contagiante, que passa de um país para o outro, necessitamos da contribuição de países com reservas e recursos. Falamos de centenas de milhares de milhões de dólares. Acredito que convenceremos os países, desde a China às potências petrolíferas, para que também contribuam.”, disse.

O fundo do FMI totaliza 250 mil milhões de dólares, mas vai perder, nos próximos dias, 30 mil milhões para ajudar a Islândia, a Hungria e a Ucrânia.

Segunda-feira, Gordon Brown desloca-se ao Qatar, no âmbito de uma digressão de quatro dias pela região do Golfo Pérsico que termina quarta-feira nos Emirados Árabes Unidos.

Entretanto o primeiro-ministro do Qatar, já afirmou estar disponivel para ajudar a minorar a extensão e os efeitos da crise financeira e sublinhou que aquele país também está a ser afectado pela crise.