Última hora

Última hora

Recta final no caminho para a Casa Branca

Em leitura:

Recta final no caminho para a Casa Branca

Tamanho do texto Aa Aa

Os principais candidatos mobilizam esforços até ao último momento para captar os votos dos indecisos nos chamados Estados chave.

As últimas estimativas continuavam a dar vantagem ao democrata Barack Obama com um total de 291 grandes eleitores, ou seja mais 21 do que os necessários para vencer o escrutínio. O republicano John McCain é creditado com apenas 163.

Se a esmagadora maioria dos americanos só vota esta terça-feira numa maratona de 24 horas entre New Hamsphire e o Alasca, milhões de eleitores já começaram a votar por antecipação e correspondência.

As previsões de grande afluência poderão emperrar a máquina eleitoral. O especialista em segurança Avi Rubin revela que “é esperada uma participação bastante elevada o que quer dizer que vai haver uma pressão em todo o sistema eleitoral, por isso algo que poderia ter sido um pequeno problema na eleição anterior poderá resultar agora num grande problema, porque à medida que aparecerem os problemas, as filas vão ser cada vez maiores”, conclui.

A forte corrida às urnas que se anuncia traz à memória os problemas já verificados em 2004 com o chamado voto electrónico.

De acordo com um estudo recentemente divulgado, a Califórnia é o Estado melhor preparado para que os americanos exerçam o seu direito cívico.