Última hora

Última hora

Obama começa a escolher equipa da mudança

Em leitura:

Obama começa a escolher equipa da mudança

 Obama começa a escolher equipa da mudança
Tamanho do texto Aa Aa

Conquistada a Casa Branca, é o momento de escolher os actores da mudança. Um dia depois da vitória histórica nas presidenciais norte-americanas, Barack Obama afastou-se da ribalta e prepara os detalhes do plano ambicioso para a transferência de poderes.

O próximo presidente dos Estados Unidos troca a 20 de Janeiro a sua casa em Chicago pelo número 1600 da Avenida Pensilvânia em Washington.

Os primeiros detalhes da equipa que o vai acompanhar começam a ser revelados. Obama já terá oferecido ao republicano Rahm Emanuel, antigo conselheiro de Bill Clinton, o cargo de chefe de gabinete da Casa Branca.

Deverá também nomear rapidamente um responsável pelo Tesouro, uma decisão que marcará o compasso da relação da nova administração com um mundo financeiro em plena crise.

No discurso de vitória, o presidente eleito sublinhou que espera um caminho difícil.

Obama disse que “há novas energias para recolher, novos empregos para criar, novas escolas para construir, ameaças para enfrentar e alianças para reparar”. O próximo chefe de Estado da maior potência mundial frisou que “o caminho será longo. Pode não chegar um ano ou mesmo um mandato”, mas nunca teve “tanta esperança” de que os objectivos “serão alcançados”.

George W. Bush felicitou o sucessor, convidou-o para visitar a Casa Branca “o mais rápido possível” e prometeu colaborar para uma transição de poderes suave.