Última hora

Última hora

Polónia obrigada a vender estaleiros navais

Em leitura:

Polónia obrigada a vender estaleiros navais

Tamanho do texto Aa Aa

Varsóvia vai mesmo ceder os estaleiros navais. O governo polaco comprometeu-se a vender os activos de Gdynia e Szczecin e a liquidar as sociedades que os operam, recuperando assim os mil e 700 milhões de euros de ajudas públicas – isto, até ao final de Maio do próximo ano.

O compromisso de Varsóvia põe fim ao braço-de-ferro com Bruxelas e permite relançar a economia da região, diz a comissária para a Concorrência: “Esta solução maximiza a oportunidade de uma actividade económica viável continuar, nestas instalações. E, mais importante ainda, com boas perspectivas para empregos sustentáveis, pondo assim fim às distorções de concorrência causadas pelos enormes subsídios recebidos por estes estaleiros nos últimos anos.”

Os sindicatos, para já, declararam-se inquietos. Mas aguardam para conhecer em pormenor o acordo alcançado. Receiam que a venda dos estaleiros signifique o fim da indústria naval polaca e a perda de emprego dos mais de nove mil trabalhadores directamente empregados nos dois estaleiros.

Bruxelas ainda não se pronunciou sobre o futuro do histórico estaleiro de Gdansk, berço do Solidariedade – que está a ser tratado separadamente.