Última hora

Última hora

Brigada anti-terrorista francesa procura sabotadores dos caminhos-de-ferro

Em leitura:

Brigada anti-terrorista francesa procura sabotadores dos caminhos-de-ferro

Brigada anti-terrorista francesa procura sabotadores dos caminhos-de-ferro
Tamanho do texto Aa Aa

A brigada anti-terrorismo foi encarregada de investigar os actos de sabotagem nas linhas de caminho-de-ferro francesas. Desde a noite de sexta-feira passada foram referenciados quatro incidentes resultantes da colocação de placas de betão e barras de ferro sobre as vias.

Durante o fim-de-semana, foi nas regiões de Oise, Yonne e Seine-et-Marne, nas linhas de alta velocidade, ao norte, que se detectaram os obstáculos na via; na noite passada foi próximo de Narbonne, no sul.

Os primeiros objectos sobre as linhas foram detectados pelos comboios que fazem a manutenção das vias durante a noite. Na noite passada foi um TGV que chocou contra as placas de betão e ferro. O tráfego dos comboios TGV, Thalys e Eurostar tem estado fortemente perturbado.

Milhares de passageiros viram as suas viagens atrasadas durante o fim-de-semana passado.

A situação inquieta autoridades e utentes dos comboios, tanto mais que não é a primeira vez que os caminhos-de-ferro franceses são alvo de sabotagem. A SNCF anunciou o reforço da vigilância. A tarefa não é fácil, numa rede de 34 mil quilómetros.