Última hora

Última hora

China aplica esforço para melhorar crescimento

Em leitura:

China aplica esforço para melhorar crescimento

Tamanho do texto Aa Aa

O governo de Pequim decidiu aplicar uma terapia de choque à economia chinesa – tudo para regressar ao crescimento de dois dígitos. As medidas, orçadas em cerca de 460 mil milhões de euros, incluem a construção de novas infraestruturas e uma provável descida nas taxas de juro.

O pacote é o resultado da reunião, no Brasil, dos ministros das Finanças e governadores de bancos centrais de um grande conjunto de países. A China é um fenómeno mundial de crescimento económico, mas nos últimos tempos o ritmo abrandou. Prevê-se crescimentos de 9,7% este ano e 8,5% no próximo.

Os mercados reagiram positivamente ao anúncio destas medidas, mas os analistas estão cautelosos: “Os problemas estão nos detalhes. Partindo do princípio de que este é um pacote genuíno, há um aumento dos gastos do Estado, o que significa uma maior procura das matérias-primas, como o aço, o cobre e tudo o que a China importa dos outros países asiáticos e do resto do Mundo”, diz Alan Wheatley, da agência Reuters.

Embora a crise esteja a fazer alguns efeitos na China, a verdade é que o país continua a ter um crescimento muito acima da média.

A China é também um dos grandes motores do crescimento global, graças sobretudo à produção da indústria e às exportações. O governo prevê um crescimento das exportações de entre 8% e 9%, no próximo ano.