Última hora

Última hora

Polícia francesa detém activistas

Em leitura:

Polícia francesa detém activistas

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia antiterrorista francesa deteve dez activistas no quadro da investigação dos actos de sabotagem nas catenárias das linhas férreas que ligam Paris a outras cidades. Trezentos polícias estiveram envolvidos na operação que conduziu às detenção, duas delas em Paris. O ministro do interior francês informou que se suspeita que os activistas pertençam a um movimento político ligado à extrema-esquerda, pró-anarquista. Grupos como este têm vindo a reivindicar actos contra os comboios que transportam detritos nucleares.

Os sindicatos rejeitam a informação que tem vindo a ser veiculada de que os sabotadores teriam experiência em alta tensão e que seriam trabalhadores dos caminhos-de-ferro.

No norte de França, a circulação de comboios de grande velocidade tem estado bastante perturbada. Em vários locais, estruturas de ferro das utilizadas no betão armado, foram ligadas às catenárias com cadeados para provocar a ruptura dos cabos de alimentação com a passagem dos comboios.

Para tranquilizar os passageiros, a SNCF promete vigilância mais apertadas das linhas férreas.