Última hora

Última hora

Pancadaria durante destituição de presidente do Parlamento ucraniano

Em leitura:

Pancadaria durante destituição de presidente do Parlamento ucraniano

Tamanho do texto Aa Aa

O mais recente episódio da crise política ucraniana fica marcado por uma verdadeira batalha campal na Rada Suprema.

Os deputados validaram hoje a demissão do presidente do Parlamento, num voto que exaltou vários ânimos.

Os legisladores do bloco Timoshenko tentaram impedir a destituição de Arseni Iatseniouk, acabando por medir forças com os representantes do Partido das Regiões.

Segundo a imprensa ucraniana, a formação liderada pela primeira-ministra Iulia Timoshenko teme que a saída de cena do presidente da Rada abra caminho para o afastamento da chefe do Governo.

Timoshenko acusou o chefe de Estado pela demissão de Iatseniouk, dizendo que Viktor Iuschenko “pretende dar o golpe final na coligação democrática”.

Mas a destituição do líder do Parlamento afecta tanto a primeira-ministra, como o Presidente, reduzindo a influência dos políticos da “revolução laranja” nas instituições-chave e bloqueando os trabalhos da Assembleia.

Iuschenko, que decretou a dissolução do Parlamento em Setembro, já descartou a realização de eleições antecipadas ainda este ano.

Apesar de continuar a acreditar que o escrutínio será a única solução para a crise política, o Presidente ucraniano defende que o país precisa de concentrar primeiro todas as atenções na resolução dos efeitos da crise financeira internacional.