Última hora

Última hora

Estudantes, professores e investigadores italianos na rua contra reforma do ensino

Em leitura:

Estudantes, professores e investigadores italianos na rua contra reforma do ensino

Tamanho do texto Aa Aa

Dia de greve e de manifestação em Itália. Mais um dia de protesto contra a reforma do ensino. Hoje, estudantes do secundário e do superior juntaram-se aos professores e investigadores para contestarem os cortes orçamentais previstos pelo governo.

O executivo de Berlusconni decidiu reduzir em cerca de 1,4 mil milhões de euros o orçamento das universidades e da investigação para os próximos cinco anos.

Para um dos manifestantes trata-se de um corte realizado sem avaliar as consequências. Um outro explica que dentro de alguns meses as universidades não poderão dar aulas, realizar exames ou prosseguir com a investigação pois vão ficar sem trabalhadores, quase todos eles precários.

Milhares de pessoas reuniram-se esta manhã em Roma, mas os protestos realizam-se em todo o país. Os manifestantes reconhecem a necessidade de uma reforma, mas não esta. Este fim-de-semana, preparam uma contra-proposta.