Última hora

Em leitura:

Opel recorre aos cofres alemães


economia

Opel recorre aos cofres alemães

A Opel, filial germânica da General Motors, vai recorrer à ajuda do Estado alemão para enfrentar a crise.

Numa altura em que todo o sector automóvel está a ressentir-se da crise, o presidente da Opel, Hans Demant, diz que o dinheiro estatal vai ser utilizado no desenvolvimento de produtos e na modernização de fábricas alemãs.

Esta medida tem o apoio dos sindicatos. Um dirigente sindical da Opel diz que assim fica garantido o futuro da empresa e dos postos de trabalho. As negociações entre o Estado e a Opel começam na próxima semana.

Esta ajuda chega numa altura em que são publicados novos dados alarmantes sobre o estado da indústria automóvel na Europa.

O registo de automóveis novos caíu 14,5% em Outubro, relativamente ao mesmo mês do ano passado. Uma queda quase tão grande como a de Agosto, sendo que durante o Verão estas variações são normais.

A General Motors, casa-mãe da Opel, pediu também ajuda ao Estado norte-americano, mas a decisão foi adiada para depois da tomada de posse do novo Presidente.

Na bolsa de Nova Iorque, os títulos da General Motors rondam o valor mais baixo dos últimos 65 anos.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

economia

Petróleo continua em queda mas menos acentuada