Última hora

Última hora

Aquece a corrida para a liderança dos socialistas franceses

Em leitura:

Aquece a corrida para a liderança dos socialistas franceses

Tamanho do texto Aa Aa

Ségolène Royal vai candidatar-se ao cargo de secretário-geral do partido socialista francês. A informação é avançada por dois colaboradores da ex-candidata presidencial poucas horas antes da abertura do congresso em Reims.

Após três derrotas eleitorais, os socialistas procuram um novo caminho. Na mesa da reunião, que começa esta tarde, estarão quatro moções lideradas por quatro grandes personalidades.

Martine Aubry, presidente da câmara de Lille, é uma das grandes concorrentes e critica a posição de Royal, considerando as suas posições demasiado generalistas.

No encontro de Reims procura-se antes de mais alianças para obter uma maioria e as discussões já começaram.

Benoit Hamon, oficialmente candidato a líder do partido, encontrou esta manhã os chefes de outras duas moções: Martine Aubry e Bertrand Delanöe, presidente da câmara de Paris. O objectivo é procurar formar uma aliança antes de um novo voto dos militantes para escolher o líder.